Texto Maior
Texto Maior
Texto Maior
Texto Menor
Texto Menor
Texto Normal
Texto Normal
Contraste
Contraste
Libras
Libras
Vlibras

O conteúdo desse portal pode ser acessível em Libras usando o VLibras

Acesso à informação
Acesso à informação

Maria da Fé, domingo, 26 de junho de 2022 Telefone (35) 3662-1463

Atendimento Atendimento: 08 às 17 horas de Segunda à Sexta

Quin
23/06
Predomínio de Sol
Máx 23 °C
Min 6 °C
Índice UV
5.0
Sext
24/06
Predomínio de Sol
Máx 25 °C
Min 8 °C
Índice UV
5.0
Sáb
25/06
Predomínio de Sol
Máx 23 °C
Min 7 °C
Índice UV
5.0
Domi
26/06
Predomínio de Sol
Máx 19 °C
Min 7 °C
Índice UV
5.0

Cultura - Terça-feira, 07 de Junho de 2022

Buscar Notícia

Notícias por Categoria

Comunicado oficial de cancelamento do 11º Festival de Inverno

O aumento da covid-19 embasou a decisão da comissão organizadora do evento.


Comunicado oficial de cancelamento do 11º Festival de Inverno

NOTA OFICIAL 

Prezados(as) marienses e visitantes, 

Ontem após reunião com a Vigilância Sanitária Municipal e a Secretaria Municipal de Saúde, a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo juntamente com o Prefeito Adilson dos Santos se encontraram de modo urgente com a Comissão Organizadora do 11° Festival de Inverno para definição acerca da realização do evento. 

A Comissão Organizadora foi composta a partir de 13 representantes da iniciativa privada e representantes no poder público tendo em vista a descentralização da tomada de decisões e partilha de responsabilidades acerca do evento. 

Tal encontro se fez necessário ponderando a alta intensa de casos de contaminação por COVID-19 registrados em Maria da Fé e na nossa microrregião e a realização de eventos de grande porte. 

Primeiramente hoje não existe mais um programa estadual onde são ditadas diretrizes de biossegurança para conter a disseminação do vírus, sendo assim cada município tem autonomia para realizar as ações relacionadas ao tema. Uma vez ponderada essa condição, as primeiras consultas foram direcionadas aos órgãos responsáveis pela gestão da saúde da nossa cidade. 

Tanto a Vigilância Sanitária quanto a Secretaria Municipal de Saúde acenaram para a tendência de repetição de um cenário que vem ocorrendo nos continentes europeu e asiático, que é uma nova onda de contaminação em larga escala. Em nossa cidade nas últimas semanas tivemos uma crescente intensa de casos, bem como por exemplo a cidade de Pouso Alegre que no dia de ontem (06/07) registrou 857 novos casos e sete mortes pelo vírus (fonte: globo.com). Tais fatos aliados a modelos de registros de casos de contaminação anteriores geram uma propensão de que o mês de julho será a alta de casos desta nova onda, posto ainda que estaremos no auge da temporada de inverno a tal tendência se reforça. 

Com essa indicação entrou em pauta o cancelamento do evento, tendo como principal objetivo resguardar a saúde da população mariense e dos visitantes que estariam presentes na festividade e a promoção de serviços de saúde previamente, durante e posteriormente ao evento. 

Diversas questões foram ponderadas para que a Comissão Organizadora chegasse a uma decisão final. Vamos explicitar algumas delas para que se tornem públicas. Primeiramente o cenário atual nos indica que haverá uma nova onda de contaminação em massa. Hoje após mais de dois anos de pandemia podemos prever alguns fatores caso essa onda se confirme, como por exemplo medidas restritivas de fluxo e estada de pessoas, barreiras sanitárias, uso de máscaras e entre outras. 

Outro fator importante para se considerar é que com o aumento dos casos, há maior índice de ocupação de leitos nos hospitais da região. Nosso hospital municipal hoje conta com sua capacidade total quase toda sendo utilizada para dar o suporte a pessoas que contraíram o vírus e desenvolveram alguma reação que carece de apoio hospitalar. Uma vez que a propensão que isso se mantenha ou aumente, não teríamos segurança para prestação de um serviço efetivo de saúde tanto para pessoas que contraíram o vírus quanto para outras pessoas que tenham outros eventuais problemas de saúde antes, durante e depois da festividade. 

O evento conta com um longo período de montagem e preparação, neste momento já haveria o aumento do fluxo de pessoas oriundas de outras localidades para o suporte na execução da montagem, favorecendo o trânsito do vírus. Também haveria a contratação de serviços para realização do evento que provavelmente seriam gastos em vão e sem a segurança de retorno deste investimento em caso de cancelamento próximo a data de realização.

A instabilidade que esse panorama nos passa, tem por consequência uma grave insegurança para o planejamento e execução do festival. A imprevisibilidade do agravamento da situação nos põe em uma situação de alto risco onde a decisão de manter o cronograma para realização do evento pode acarretar danos econômicos e de saúde graves para o poder público e empreendedores e sociedade em geral. Não há como termos nenhuma garantia de que a situação estará branda na proximidade da data do evento, pelo contrário, como já indicado a tendência é de que seja o oposto. Não existe a possibilidade de arriscar e/ou apostar nessa situação tendo como moeda a saúde e bem estar da nossa população. 

Sendo assim, ponderando as condições acima citadas, seguindo as indicações da Vigilância Sanitária Municipal e Secretaria Municipal de Saúde, a Comissão Organizadora do 11° Festival de Inverno em conjunto com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e a Prefeitura Municipal de Maria da Fé na pessoa do excelentíssimo prefeito Adilson dos Santos decidiram por unanimidade cancelar o 11°Festival de Inverno – Gastronomia e Design de Maria da Fé.   

Temos consciência que de este evento é de suma importância para movimentação turística e econômica da cidade, o cancelamento é algo que não nos agrada pois já vínhamos trabalhando há pelo menos dois meses para que o festival ocorresse. Neste caso, nossa insatisfação e frustração são atenuadas pelo zelo e proteção da população mariense nesse novo momento da pandemia. Mais importante que nossa visibilidade turística e aumento do fluxo econômico é o bem estar da nossa sociedade e que para isso ocorra, todo e qualquer sacrifício será feito pela atual gestão do poder público.

Nos comprometemos a desenvolver ações menores neste período, respeitando a evolução desta nova onda de contaminação e respaldados por protocolos de biossegurança orientados pelos órgãos competentes.

O turismo de Maria da Fé não parará por conta disso, pelo contrário evoluiremos em outros âmbitos para que reforcemos nossa missão de transformar nossa cidade em um destino turístico indutor regional e tão importante quanto que continuemos unidos, poder público e iniciativa privada, tendo como objetivo principal a consolidação do turismo em nossa cidade como ferramenta econômica, social e cultural gerando contrapartidas benignas a todos.   

A cidade continuará aberta pra recepção de nossos visitantes e os empreendimentos do trade turístico continuarão operando normalmente, a priori sem qualquer restrição.

Pedimos compreensão e empatia com a decisão. 

Seguimos a disposição para sanar eventuais dúvidas. 

Atenciosamente,

 

José Maurício Campos Ribeiro 

Secretário Municipal de Cultura e Turismo

 

Adilson dos Santos

Prefeito Municipal

 

 

FacebookTwitterWhatsAppImprimir

Voltar para a listagem de notícias

Covid - 19

CALENDÁRIO DE EVENTOS

ACOMPANHE-NOS

UNIDADES FISCAIS

Fique por dentro dos índices - ver todas

UF - 2022

R$ 234,22

Versão do sistema: 2.0.0 - 24/06/2022

Portal atualizado em: 25/06/2022 10:40:58

Prefeitura Municipal de Maria da Fé - MG.
Usamos cookies para melhorar a sua navegação. Ao continuar você concorda com nossa Política de Cookies e Políticas de Privacidade.